Doulas reais para você

1611016_1170671419616954_8822138768237029388_n

Doula não respira. Inspira. Bem lentamente, assim como sua fala. Macia, suave. Quase um anjo.

Doula não tosse, não bate o dedo da quina do móvel. E se bate não reclama, porque ela é doula e doulas são perfeitas.

Sendo doula ela não pode ser ela mesma, escolhe então uma capa protetora, uma diferenciação. Vai se rotular e seguir certinho o script, porque afinal é doula e não pode decepcionar outras mulheres que querem um ser que não anda mas que volita junto de si no parto.

Doula usa rede social de maneira sábia, mais doula e menos de si. Os filhos da doula são santos, porque sendo ela doula o equilíbrio universal mora em si.

Doulas não tem amigas fora da humanização do parto, porque são doulas e devem viver dentro do útero, boiando no doce líquido amniótico eternamente.

Doulas não comem sanduiche, não usam calça jeans. Doulas andam de saia, lenço e só comem comidas orgânicas e ouvem musicas que algum barbudo de camisa xadrez com foto filtro sépia retro cante.

Se em qualquer profissão seu tempero pessoal te diferencia, porque doulas precisam ser perfeitas?

E quem disse que perfeição e anular-se, e ser uma pagina branca, um rascunho, uma sombra do que você é? Não seria um preço alto demais para pagar?

Mulheres querem mulheres como elas e escolhem sua doula por afinidade. E uma centelha interna, invisível que une doula e mulher.

E o instinto, o invisível. Ninguem pode ir contra a gravidade, podemos ser nós mesmas, falarmos sobre tantos outros assuntos, termos nossas lutas diárias e pessoais e mesmo assim estarmos nesse trabalho ancestral.

Doulas podem ser autênticas, podem viver de verdade, não apenas como num ensaio. Chega de romantização! Mulheres querem sentir a vibração de outras mulheres. Querem olhar nos olhos e se sentirem compreendidas, acolhidas e respeitadas.

Uma profissão que deixa tênue uma das faces mais marcantes que e a personalidade de uma mulher, merece ser repensada.

Palcos são para atores. Doulas são vida real. São sangue, pulsação. Doulas precisam de colo, doulas querem acima de tudo a liberdade de serem elas mesmas sem travas ou julgamentos.

Eu sou livre.

Assim seja.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s