A culpa não é dele.

tumblr_lkhuhjpbk71qczgi2o1_500

Se você engordou e não emagreceu depois, a culpa não é dele. Se você foi demitido ou está infeliz no trabalho a culpa não é dele. Se seu marido te traiu a culpa não é dele. Se você está mal humorada a culpa não é dele. Se sua casa está bagunçada a culpa não é dele. Se você está desanimada e triste a culpa não é dele. Se você sofreu violência obstétrica a culpa não é dele. Se você não sai como antes, a culpa não é dele.

E nem sua. E nem de ninguém.

São circunstâncias que nos colocam frente a frente com nosso limite. Cada mulher sabe encontrar o seu e superá-lo, ou não.

Devemos nos perdoar diariamente. Olharmos com ternura para nós e mudarmos nosso prisma quando olhamos pela janela da alma.

Filhos nos fazem encontrar com nosso limite. É um desafio, é a inconstância atirada em nossa cara e nossa rotina sem pedir licença.

Se perdoem, liberem a culpa sua, dele. Ela não pertence a ninguém e se entreguem a desordem. O Universo brotou de um evento caótico.

Se amem. Amem seus corpos, suas fases, seus ciclos. Aquele emprego… Você se libertou. Encontrará novos caminhos. Difíceis, árduos, mas se encontrará. Somos resilientes, nos reinventamos sempre. Se o seu marido foi infiel o casamento de vocês já não estava legal. A conexão, o elo já havia sido perdido… Liberem o bebê desse peso.

Se limpando de culpas a casa fica livre para que você possa expressar toda a afetividade e amor sem se recriminar, mesmo que inconscientemente.

Emagrecer depende de você. E aqui não digo que vai ser fácil, mas se você quiser vai conseguir.

Aquela voz que grita…”Foi o bebê”. “Você o ama, mas sua vida mudou”. “Seu corpo. A culpa é dele”.Vai silenciar.

Nossas dificuldades têm a exata dimensão que queremos que eles tenham.

A culpa é sorrateira. Ela surge quando você projeta algo que não é alcançado pela realidade. Ela te deixa com insegura, impotente, incapaz.

Mergulhe nesse mar da maternidade e se livre de todas as amarras que insistem em te puxar para o fundo do oceano. Estou gordinha? Ótimo! Estou me sentindo bem assim, ok. Não estou me sentindo bem? O que posso fazer? Dieta? Atividade Física?

Nosso pensamento deve ser guiado de forma resolutiva e positiva. Culpar os filhos pelo peso extra, culpar a desordem pela demanda deles não vai resolver, só vai tatuar na sua pele a incapacidade que não existe.

Vida livre de culpa é vida suave. E a culpa não é dele, não é sua e nem de ninguém.

Anúncios